Sul-africana defende beterraba e alho contra aids

Parece brincadeira, mas na verdade é um
exemplo da trágica realidade da África do Sul,
onde um de cada seis habitantes morre de
aids
enquanto a ministra da Saúde afirma que a
doença
pode ser curada por meio de uma
dieta de azeite
de oliva, alho e beterraba, e
um dos homens fortes do regime, o candidato à
presidência Jacob
Zuma, se considera a salvo
do vírus desde que tome
banho depois de
dormir com mulheres infectadas
.

*******************************************

Eu até entendo a ingenuidade da cara ministra
da Saúde da África do Sul. Ela deve crer, que
a Aids é como o peixe frito que ela come nos
finais de semana, que é só comer uma mistura
macabra como essa, que tudo sai em uma boa
e gostosa vomitada.
Mas, mais interessante mesmo é o método de
Zuma, ele sim acredita no velho ditado que diz:
"lavou tá novo".

notem o detalhe da foto abaixo:


É aquela velha batalha:
Religião VS Ciência.
Ou mais próxima do caso acima:
Corrupção VS Ignorância.